Subscribe:

quarta-feira, 6 de junho de 2012

CLARINETE DE METAL


Silva-Bet
O clarinete é um instrumento musical muito popular nas orquestras e conjuntos musicais de diversos tipos, possuindo um som melodioso e diferenciado de outros instrumentos. Nas orquestras da Congregação Cristã, é executado por jovens, adultos e crianças.

O clarinete foi criado em madeira, que tem um problema conhecido: sofre os efeitos da variação da temperatura e do clima, absorvendo umidade. Isso altera o som e ainda pode fazer surgir trincas no corpo do instrumento. 

No final do século 19, as flautas de madeira começaram a ser substituídas por flautas de metal, com sucesso. A partir daí, houve uma tentativa dos fabricantes de substituir o clarinete de madeira pelo de metal, visando a beleza, robustez e facilidade para produção em massa.



História do clarinete de metal

O francês Halairê foi talvez o primeiro a construir um clarinete de bronze, em 1817.  Clarinetes de metal foram usados principalmente por bandas militares, mas o som não possuiam problemas graves no som. Um grande avanço surgiu quando em 1879,  o italiano Agostino Rampone  inventou o clarinete de metal de parede dupla (um tubo dentro de outro para formar o diâmetro interno e externo do clarinete).

Clarinete Wonder-Conn
O primeiro clarinete de metal de sucesso, produzido em massa,  foi patenteado pelo americano C.G.Conn em 1888.  O “Wonder Conn” tinha parede dupla, um corpo de prata com chaves banhadas a ouro e sistema de chaves Albert. Duas mil peças foram lançadas no mercado em 1895.



 Fabricar clarinete de metal de parede dupla era muito difícil e caro e assim, a ideia foi abandonada. A indústria só retomaria a produção de clarinetes de metal, após 1920,  usando parede simples (um único tubo). O uso também de ligas de latão ou níquel banhada à prata, ajudaram a diminuir os custos e aumentar a produção. 

Dentre as marcas de sucesso, o “Clari-Met”, lançado pela Penzel-Mueller, de Nova York em 1910, foi considerado o melhor clarinete de metal  já feito Este foi um instrumento caro na época, feito de uma liga de prata quase pura. 

Clarinete Clari-Met
O Silva-Bet foi um clarinete de metal lançado em 1925 pela empresa Bettoney, de N.York. Este modelo marca a retomada da construção com um tubo de metal de parede simples, corrigindo os graves problemas de entonação dos primeiros lançamentos. Logo após, outros fabricantes como a Selmer e a Conn, também lançaram clarinetes de metal de parede simples. O Silva-bet foi, entretanto, o modelo top de sucesso na época.

Clarinete Silva-Bet
A empresa HN White lançou um clarinete de metal, chamado king White, que foi melhorado em 1930 e acabou desafiando o sucesso do Silva-Bet. Esta empresa continuou a fabricar clarinetes de metal até o início dos anos 60, quando os demais já haviam parado de fabricar.

Silver King

Clarinete Silver King



De 1920 a 1950, centenas de marcas de clarinetes de metal surgiram, mas a maior parte eram de baixa qualidade ou instrumentos para estudantes. Isso contribuiu para a má fama que o clarinete de metal tem até hoje, de instrumento ruim. Noblet,  Leblanc e, Selmer e muitos outros,  produziram clarinetes de metal de alta qualidade, mas alguns modelos não sobreviveram e até os registros foram perdidos no tempo.

A produção de clarinetes de metal parou devido a guerra e ao término desta, poucos voltaram a produzir.  O que encerrou definitivamente a era do clarinete de metal, foi a invenção do clarinete de plástico ABS, em 1948.  O clarinete de plástico não tem a beleza de um clarinete de metal, mas é barato, robusto, estável e não sofre influências da temperatura e umidade.

Mais imagens de clarinete de metal
Noblet
Selmer
***
O clarinete de madeira sobreviveu e ainda é o preferido dos músicos profissionais. A fabrica italiana Orsi, parece ser a única a produzir clarinete de metal atualmente. Há, porém, pessoas que fabricam artesanalmente clarinetes de metal, para uso próprio ou sob encomendas. 

A polêmica sobre a diferença entre o som do clarinete de metal e o de madeira é antiga. Não dá pra dizer que não tem diferença e nem qual é o melhor, pois o som não depende somente do material, mas da boquilha, palheta, da construção do instrumento e do próprio músico.

Além disso, o som que ouvimos também está ligado a fatores psicológicos. Por mais perfeito que seja o som de um clarinete de metal, para alguns ouvidos, sempre soará metálico, brilhante demais e sem a doçura de um clarinete de madeira. Outras pessoas, no entanto, apreciarão o volume e firmeza do som de um clarinete de metal.


sites sobre  clarinete de metal:
http://www.clarinette-metal.fr
http://www.silver-clarinet.com/





7 comentários:

Anônimo disse...

APDD
TENHO 5 CLARINETES DE METAL.
SE TODOS TIVESSE ESTA OPORTUNIDADE DE CONHECER ESTE TIPO DE INSTRUMENTO, CHEGARIA A MESMA CONCLUSÃO Q TENHO: É UM INSTRUMENTO MUITO BOM E GOSTOSO DE TOCAR E NÃO FICA DEVENDO NADA PRA QUALQUER OUTRO CLARINETE E NÃO EXISTE DIFERENÇA NENHUMA COM OUTROS TIPOS DE CLARINETES!!!!! NA MINHA OPINIÃO O MAIOR DIFERENCIAL É A BOQUILHA, PQ COM MESMA BOQUILHA, O SOM É MESMO TANTO NA CLARINETES DE METAL QUANTO NA DE MADEIRA OU FIBRA (MASSA ABS)

ppp disse...

Parabéns pela pesquisa. Excelente artigo.
Gostaria de fazer apenas alguns acréscimos:
outros motivos para os clarinetes "double-walled" (thermoclarinet) pararem de ser fabricados é que por serem ocos, acabavam sendo mais frágeis que os "single-walled" ("skeleton"), e qualquer pancada ou queda que resultasse num amassado - mesmo que pequeno - era muito complicado de se reparar.

A "Clari-met" possuia parede dupla, ambas confecionadas em prata maciça quase pura (o que aliás pode ser um contra, pois quanto mais pura a prata, mais mole é. A prata 1000 é mole como um papelão). O projeto Clari-Met foi o mais bem sucedido em termo estabilidade de afinação, pois juntou o uso da prata com a tecnologia "double wall". A Conn "Wonder Clarinet" talvez não seja considerada a melhor clarineta (pois utilizava o sistema Albert), mas se fosse Boehm, certamente a disputa pelo primeiro lugar seria acirrada!

E o motivo mais forte para que as clarinetas de metal (de todos os tipos) entrassem em desuso foi o movimento contrário à elas, encabeçado pela nata dos clarinetistas eruditos puritanos.

Grande abraço

Anônimo disse...

Há algum tempo me interessei e já tive oportunidade de tocar um clarinete de metal. Achei muito legal e gostei do instrumento e só é igual as deamis

Anônimo disse...

I аm really loving the theme/deѕign of
your webѕite. Do you ever run іnto anу wеb
broωser compatibility problemѕ? A number
of my blog readers haѵe comрlainеԁ about my website not wοrking correсtly in Eхplorer but looks great in
Chrοme. Do you hаve anу ideas to help fix this problem?
My web site: do protein shakes work

Daniel Ramon disse...

fiquei com clarinete de meu pai a marca dele e andre peron paris queria saber quando foi fabricado estes instrumento de metal e cor prata antigo

Anônimo disse...

fiquei com clarinete de meu pai a marca dele e andre peron paris queria saber quando foi fabricado estes instrumento de metal e cor prata antigo

Anônimo disse...

amauri a. s. tenho um clarinete da marca (andre paris peron) banhado a prata um pouco desgastado. em perfeito estado presciso saber quando foi fabricado.e vendo este instrumento tamben. seu mecanimo tem uma otima montagem muito bem fabricado. e uma reliquia nao sei a idade. meu telef.18997145086 sou ccb.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...